Começar de novo, aos 40 anos.

Pinterest

Estou prestes a completar 40 anos e isso é um assunto que me incomoda um pouco. Ao contrario do que muitos possam pensar, não me incomodo com a aparencia, com a pele, com as rugas, com os cabelos brancos (que no meu estão parecendo luzes..rs…), se estou gordinha e por ai vai. Saber que estou chegando aos 40 anos não estabilizada do jeito que a gente se imagina com 25 anos me incomoda um pouco, mas o que realmente me incomoda é estar como estou agora: procurando emprego.

Ultrapassar os 40 anos sem perspectiva de emprego é um pesadelo para muitos. Hoje sabemos que o perfil das pessoas no mercado de trabalho varia de 20 a 25 anos. Quando eles chegam aos 35 estão no auge da sua carreira e como li num artigo recente, eles estão ganhando mais do que pais com a mesma idade e numa posição muitas vezes que seus pais demoraram decadas para conseguir.

Mas apesar de parecer difícil ou quase impossível, existem alternativas para seguir. No Brasil, a população com mais de 40 anos fica em torno dos 35%. Muitas pessoas que estão inclusas nessa faixa etaria, quando estão numa empresa ou começam um emprego novo (mesmo aqueles que mudaram recenetemente) sofrem com a resistencia de aceitarem lideres mais novos, regras que podem parecer não condizentes com a idade, adaptação a cultura da empresa, entre outros fatores.

Por isso, aqui vão algumas dicas:

Networking: Um bom networking é fundamental. Muitas vagas são conquistadas por indicação e se seu networking precisa de uma repaginada, a melhor solução são cursos rápidos para aprimorar e melhorar seu conhecimento. Participar de workshops, palestras e feiras também ajuda e muito. Um detalhe aqui também são as entrevistas que você possa fazer. Todas as pessoas de RH com quem você conversar fazem parte do seu networking também. Por isso, não menospreze e nem se sinta superior. Na hora da entrevista, todos somos iguais perante ao gerente de RH. E lembre-se: esqueça a sua idade e foque na sua experiência.

Experiência x Vivência: Faça um balanço de sua vida até agora. O que você conquistou? Quais são suas experiencias? Quais as viagens mais marcantes? O que te motivou sempre a levantar da cama quando o despertador toca e logo depois o soneca é ativado? Analise os momentos de sua vida que valeram a pena e como isso influenciou na sua forma de ser e de pensar e faça uma relação de tudo o que você tem a oferecer. Existem algumas experiências que fazem a diferença em nossa vida, tire proveito dela nessa fase de sua vida.

Marketing Pessoal: Ninguém melhor do que você é capaz de vender seu peixe, por isso capriche no seu marketing pessoal, que vai desde a roupa que você esta usando até a forma de falar. Já encontrei pessoas com mais de 40 anos que usam uma linguagem muito coloquial ou roupas formais demais. Entenda o lugar que você esta indo para que você possa se adequar a ele. Lembre-se, você não esta abrindo mão de nada, mas é que teimosia não leva ninguem a lugar nenhum.

Reinventar: Sua fama de chef de cozinha corre além mares? Porque não tirar proveito disso? Se reinventar é um barato e principalmente por algo que nós adoramos. Sabe aquela paixão pelos confeitos? Porque não investir nisso! Use sua experiencia pessoal e profissional a seu favor. As pessoas te pedem conselhos? Você é um bom ouvinte? Porque então não se arriscar na area de consultoria. O maior obstáculo que encontramos pela frente é o medo. Mas é um medo só nosso, o de fracassar e se frustar. Infelizmente a vida não é um mar de rosas o tempo inteiro. Se você já chegou até aqui na vida, o medo se torna um grão de areia perto do que você é.

Conhecer as Redes Sociais: Facebook, Instagram, Linkedin, Twitter. Esses são somente algumas das redes sociais mais utilizadas no Brasil e onde achamos quem queremos e quem não queremos. Ah, e podemos ser encontrados também! Só no Facebook são 92 milhões de usuários somente no Brasil. Por isso conhecer essas novas ferramentas de comunicação é importante. Porém ressalvo que você deve tomar cuidado com o que coloca na internet. Muitas empresas já utilizam essas redes para “investigar” seus candidatos e colaboradores. O Facebook é otimo para fazer networking, por conta das pessoas que você se conecta e dos grupos especificos que ela possui. E o Linkedin precisa de uma atenção especial pois funciona como um curriculo online. É por lá que muitas das maiores empresas procuram seus candidatos e anunciam suas vagas. Não sabe lidar muito bem com essas tecnologias? Aproveite para fazer buscas no Google de cursos rapidos, se atualize e incremente seu networking.

O segredo de tudo isso é arriscar. O desanimo vai bater na sua porta, vai querer entrar de qualquer jeito. Quem atende a visita é você. Quem decide se ela vai entrar é somente você. Não se ache incapaz ou mesmo velho demais para o mercado. Tem muita coisa boa por ai, pra mim e pra você!

Fontes:

http://economia.uol.com.br/empregos-e-carreiras/noticias/redacao/2013/01/15/veja-dicas-de-como-voltar-ao-mercado-de-trabalho-apos-os-40-anos-de-idade.htm

http://www.vagas.com.br/profissoes/dicas/veteranos-atravessam-boa-fase-no-mercado/

http://exame.abril.com.br/carreira/noticias/6-carreiras-para-profissionais-acima-dos-40-anos-de-idade#1

http://diariocatarinense.clicrbs.com.br/sc/economia/noticia/2014/03/procurar-um-novo-emprego-depois-dos-40-anos-exige-atualizacao-profissional-4455926.html