Carta de despedida

Olha meu bem, acreditei por muitos anos que esse amor era nosso, e foi.

Por anos vivemos as mais bonitas histórias, compartilhamos sorrisos, choramos juntos e crescemos.

Você me ensinou a ser muitas novas coisas e eu deixei para trás alguns vícios da minha personalidade.

Aprendi a comer cebola, a ler livros, a escutar bossa nova e a me virar na cozinha. Aprendi a gostar de família reunida aos domingos e a dormir sem TV no quarto. Aos poucos essas pequenas mudanças, resultaram em uma nova pessoa.

Vi você amadurecer também, ficar mais seguro de si, mais amável, mais carinhoso, mais decidido. Eu fiquei mais amena, mais leve e mais compreensível.

Não busco respostas para o porquê, de repente, melhorando a nos mesmos, deixamos de ser um só. O crescimento nos afastou e descobrindo junto à forma de ver a vida, nos vimos em outros futuros e este presente parece não mais nos pertencer.

Amor queria dizer que você continua sendo aquilo tudo que está guardado aqui e escrevo está carta para mostrar que às vezes precisamos tomar decisões difíceis para preservar sentimentos nobres.

Este fim é por amor e não pela falta dele. Aprendi que preciso guardá-lo intacto, como lembranças bonitas sobre nos dois. Sei que possivelmente não seremos amigos, não agora, mas quem sabe algum dia, quando este pequeno ciclo se fechar e outro lhe trouxerem vigor.

Acho que devemos nos despedir assim, como dois namorados que se despedem para uma viagem. Com amor, ternura, respeito, carinho e muitas saudades.

A cama vai ficar vazia, os armários terão mais espaços, a louça ficará menos suja. Espero que a gente não se submeta a uma carência, para que nenhum de nós tenha esperança e sai machucado ou com raiva.

Acredito que terminando assim enquanto ainda exista amor, consigamos cultivar certo laço, para que não vire futuros nós.

Você tem guardado consigo meus puros segredos, minhas totalidades, meus medos, meus sonhos, meus tudo. Levo comigo os seus e espero que realmente possamos nos olhar com olhares carinhosos.

As lagrimas vão cair, mas breve vão secar. Existem casais que apenas se suportam e no nosso existe amor, mas faltam infinitas compatibilidades. E quando você cresceu foi me deixando para trás, mas não estou triste. Estou feliz por ter feito parte do seu momento e fique feliz por mim, estou indo para frente atrás das minhas conquistas.

Quando uma relação termina por outras faltas ainda conservamos a decência de todo resto que nos uniu. Sem raiva, sem magoa, sem rancor.

Sei que quando há amor as razões se esquecem, mas é necessário que sejamos adultos e que por esse grandioso bem querer, soltemos as mãos para que possamos voar em outras direções.

Ate breve, te amo.

One clap, two clap, three clap, forty?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.