Micro-Audiências — O que é e por que elas são tão persuasivas

Micro-Audiências é o termo usado para campanhas com targeting muito específico, de alta granularidade. Do inglês “Micro Segments” ou “Micro Marketing”, esta técnica tornou-se relevante com o avanço das tecnologias de geolocalização e segmentação, e a popularização dos dispositivos móveis, fazendo com que os usuários estejam conectados o tempo todo.

Restringir a audiência, ao contrário do que possa parecer, é simples e tem suas vantagens. Uma delas é que estes tipos de campanha são muito mais persuasivas. Mas por quê?

1 — Os anúncios ficam mais personalizados e consequentemente impactam com mais força.

“A system that offers personalized content or services has a greater capability for persuasion.”, H. Oinas-Kukkonen and M. Harjumaa

O segredo do poder dos anúncios personalizados está em dar à sua audiência o que ela quer. A entrega de valor é mais assertiva e moldada para cada nicho. Segundo um estudo da New Adlucent, 71% dos consumidores preferem anúncios personalizados e que tal abordagem aumenta o engajamento.

2 — O re-marketing pode ser omnipresente.

Se a segmentação da audiência é bem especificada, há ferramentas que entregam os anúncios em qualquer lugar, a qualquer hora. Momentos oportunos são usados como triggers e a localização dos alvos impactados passa a ser uma informação importante na construção do contexto.

“A computing technology will have greater persuasive power if it offers suggestions at opportune moments.”, B.J Fogg.

Um exemplo de tal tecnologia é o sistema de geolocalização da In Loco Media, que consegue segmentar audiências por região e entregar os anúncios específicos baseados na posição e outros fatores que podem trazer mais performance, mais visitas aos PDV (pontos de venda) e brand-awareness. Tudo isso em tempo real.

3 — A audiência é envolvida e se identifica intimamente.

Geralmente, os anúncios tradicionais trazem uma abordagem mais universal para aproximar-se das pessoas, como sentimentos globais (felicidade, amor, laços familiares, diversão, etc.), enquanto os anúncios micro-segmentados conseguem preencher mais intimamente a lacuna entre necessidade e o ato de compra. Tal abordagem baseia-se no princípio de “reconhecimento”.

Enquanto um anúncio tradicional diria

“Perca peso rapidamente! Faça exercícios regularmente. Venha para a academia x!”,

um anúncio de micro-audiências poderia preencher informações cruciais que fizessem a audiência aumentar sua confiança na marca, um exemplo seria:

“Maria, na unidade x que fica a 200 metros da sua casa, o professor y te espera para montar um plano pra que você possa perder dessa vez aqueles 5 quilos que você quer se livrar! A gente te espera lá, tá?”

exemplos ilustrativos

“People are more readily persuaded through systems that remind themselves in some meaningful way. Information provided by the system will be more persuasive if it is tailored to the potential needs, interests, personality, usage context, or other factors relevant to a user group.” H. Oinas-Kukkonen and M. Harjumaa

Os pontos citados neste artigo são baseados nas estratégias de tecnologia persuasiva. Os seguintes artigos foram citados:

[1] Micro Segments, Wikipedia.
[2] Micro Marketing, da Wise Geek.
[3] Microlocalização — Compreenda o Contexto do Consumidor, da In Loco Media.
[4] Harri OINAS-KUKKONEN; Marja HARJUMAA. A Systematic Framework for Designing and Evaluating Persuasive Systems. Springer Nature.
[5] FOGG, B.J. Charismatic Computers: Creating More Likable and Persuasive Interactive Technologies by Leveraging Principles from Social Psychology. Stanford University, 1997.