Mais alguns pensamentos

15/05/2015 — A luz é a manifestação material da verdade

A luz é a manifestação material da verdade. O que é a verdade? A verdade é a busca do bem e o bem é a unidade, é o retorno ao Um. Retorna-se ao Um através da busca pela unidade. No coração das estrelas, fontes da luz no universo material a busca da unidade é bem literal, com os átomos se fundindo em um elemento nobre, o Hélio, e nessa fusão física, nessa encenação no mundo material da unidade nos outros níveis gera-se a luz da verdade no mundo material. A própria origem física da luz em nosso universo é um testemunho da busca da unidade como propósito de todas as coisas. Longe de mim dizer eu sou um físico nuclear mas a filosofia antiga dos platonistas parece explicar bem o porque das coisas — porque a física é como é? A explicação, o sentido, está na metafísica. Uma pergunta que tenho que fazer para ele é sobre os gases nobres. Se o ouro é um metal quase perfeito por não se corroer e o chumbo é um metal quase perfeito por não ter isótopos radioativos o Hélio, o elemento que não reage com nenhum outro, é o que?

15/03/2015 — da radioatividade

Outra coisa é a razão de ser da radioatividade.o mundo material não consegue representar fielmente as formas. Se há forma há disforma, coisas que se afastam da sua forma ideal. Esse é o caso dos átomos radioativos. Eles se afastam da forma ideal de seus elementos e no caso dos elementos radioativos a partir do ponto na tabela periódica onde só há átomos radiativos pode ser porque tal átomo sempre estará afastado da forma de átomo ou porque o mundo material é incapaz de fazer uma representação estável deles. Outra coisa é o suposto decaimento dos prótons . Há teorias onde onde os prótons são instáveis com uma meia vida muito longa. Isso talvez coincida com com o paradigma platônico. A matéria é incapaz de representar fielmente uma ideia então falhas, mesmo em um componente estrutural do universo podem e devem ocorrer.

15/03/2016 — a evolução das espécies como uma tentativa do mundo material alcançar a forma dos seres vivos supremos.

Que a evolução das espécies existe é um fato, embasado em evidências. Essas evidências são os registros fósseis distribuídos de maneira organizada nas camadas geológicas com os seres organizado são longo do tempo. Mas por que há uma evolução? Porque existe uma Forma de um ser vivo supremo, com as características que todo ser vivo deveria ter e a evolução são as versões disformes dessa forma competindo entre si tentando se aproximar do ser supremo. Como o ser supremo inclui todas as possíveis formas que todos os seres de todos os tempos podem assumir ele está acima do mundo das formas, estando no mundo empíreo . As formas correspondentes a cada espécie seriam versões disformes e aproximadas desse ser supremo, dividas ao longo do tempo e sem terem o relacionamento de todas as partes com todas as partes ao mesmo tempo que caracteriza o ser supremo. A cadeia alimentar, as linhagens de evolução, os ciclos da biosfera, são reflexos materiais dessas formas que por sua vez participam de um intelecto, o ser supremo. O homem é só mais um nesse processo , talvez especial por ser o único em nossos dias que manifesta todos os corpos, mas continua sendo apenas uma pequena forma de um todo muito maior que é o ser supremo.

One clap, two clap, three clap, forty?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.