Insumo

Nessa fútil anestesia,

Em mim disseminada,

A sutil dor que resta,

Manifesta em poesia,

Alivia e avalia

Cada chaga

Que, ali, havia

E rechaça a chance de ser-me inata.

Como uma censura

Que ofusca algumas injúrias.

Uma fúria

Que procura curas

Uma pura angústia

Determinada

Em uma robusta busca

De temer nada.