Presença

No verso da folha,

Um verso havia.

Onde ninguém olha,

Onde ninguém, jamais, veria.

Omissa era sua glória,

E questionável a sua valia.

Mas a moral dessa história

É que o verso, ainda assim, existia.