Todo católico anti-estatista(já que você largou o termo “libertário”) tem dessa de querer jogar nas…
Jayro Boy Neto
33

A Igreja e o estado

Caríssimo Jayro, Salve Maria!

Visto que não compreendeu bem as razões das quais abandonei o libertarianismo procurarei esclarecer os pontos nessa breve resposta.

Antes de mais nada, eu não defendo “uma” igreja qualquer. Defendo a Santa Una Igreja Católica Apostólica Romana. Ela é a Igreja fundada por Nosso Senhor Jesus Cristo, o Seu Corpo Místico e a continuidade do mistério da Encarnação. Se for para defender um estado, deverá ser um católico apostólico romano porque é a verdadeira fé.

Tampouco, me importo com a existência do Vaticano e nem com os Estados Papais de antigamente. Ora, no período em que a Igreja teve mais influência, Ela proibia os nobres de aumentarem os impostos sendo assim coerente com a Sagrada Escritura porque lá diz: «É pela justiça que um rei firma seu país, mas aquele que o sobrecarrega com muitos impostos, o arruína» (Provérbios XXIX, 4). Com a Revolta Protestante (não teve nada de reforma), o estado passou a ter muito mais domínio, uma vez que os protestantes são entusiastas do estado laico, o maior câncer político que surgiu no mundo. Estado laico nada mais é que um estado agnóstico que não tem parâmetro moral nenhum. Isso quando não impõem uma ditadura de fazer inveja ao Kim Jong-Un como ocorreu em Genebra por parte dos calvinistas.

Percebeu a diferença? A Igreja sempre controlou o crescimento do estado e isso por mais de um milênio. E é estranho criticar o Mussolini pela criação do Estado Soberano do Vaticano, visto que é o único lugar da Itália não contaminado pelo laicismo (não totalmente pelo menos). Reconheço que ele foi um homem perverso, mas isso não deixa de ser um acerto. A sua crítica quanto a isso não é diferente dos que acusam o Constantino de ter fundado a Igreja Católica somente por ele interromper as perseguições aos cristãos. Isso por um acaso colocou algo na Doutrina da Igreja que vá contra os ensinamentos do nosso Senhor Jesus Cristo? Creio que não, mas o estado laico difundido pela Revolta Protestante sim, visto que isso fez com que o estado crescesse absurdamente uma vez que a Igreja não tinha mais influência sobre ele.

Ora, Jayro. Confesso que mesmo abandonando o libertarianismo não me falta vontade de voltar a isso quando vejo o estado laico exaltado pelos esquerdistas, neocons, et caterva. Exaltando fruto da semente que Martinho Lutero, patriarca desses males, plantou. Você ainda dirá que a Igreja que fundou o estado moderno que conhecemos?

Encerro aqui a resposta e Deus te abençoe.

Santo Inácio de Loyola, rogai por nós!