Sad Friday Brazil

Estamos no momento onde se discute profundamente a honestidade e ética diante do precário cenário político e de comportamentos questionáveis de entidades e empresas que deveriam dar o exemplo, questionamos a todo momento: “Porque não ser honesto?”

Diante disso temos o “Sad Friday”, marcas que deveriam dar o exemplo, assumir a identidade plausível, demonstrar o respeito e conceber de fato todo o comportamento positivo e pratica-lo, fazer a frente, realmente colocar em prática uma nova forma de se relacionar.

Mas não. No “país dos espertos” por mais um ano somos passados para trás novamente, sem qualquer tipo de respeito e consideração pelos valores que o consumidor coloca naquela marca.

A forma de consumo vem mudando a cada dia, os valores são outros, a identidade esta por trás da marca ou produto, é o que ela defende. O consumo é cada vez mais pautado na identificação do consumidor com a marca, se ela o representa na maneira de pensar, agir, engajar e principalmente, na sua expressão.

Você se identifica com uma marca que te passa para trás? Que mente?

Já temos gente demais no poder fazendo isso não é mesmo? Assim como estes temos o poder de mudar e ignorar!

Respeito!