No meu bar

Vai me perder por doses baratas
Sei que te vendem como saudade
Quando embriagada, o gosto até lembra
Mas isto é passado, e fede

Pode tentar enganar o bafo
Mas olhos tontos denunciam
O teu silêncio sepulcral grita

E de tão alto, faz doer

O meu bar fica aberto 24 horas
Para quando quiser lealdade