Quando medo é tudo o que você tem

Sou formada em administração, tenho uma marca de produtos artesanais (a Lu Gabi), sou personal organizer e estou entrando em mais uma empreitada com a minha mãe. É acho que sou bastante coisa, e a principal delas, empreendedora.

No final do ano passado, um primo meu veio conversar comigo sobre um negócio que ele está pensando em começar, e ele disse “mas eu tenho medo de largar tudo e nada dar certo, você não tem?”. Eu olhei pra ele, e falei “pergunta pra minha mãe”. Pois é, eu tenho um medo absurdo, mas é dele que tudo move.

Na verdade, meu medo não vem só de ter meu próprio negócio, vem da vida mesmo. Outro dia ainda, acordei chorando, com uma angústia que parecia não caber em mim, e fui falar com a minha mãe que tudo parece tá dando certo pra geral e menos pra mim. Tem amigo meu procurando casa nova, amiga minha começando uma família, e eu aqui, ai minha mãe me chicoteia com a pergunta “Luísa o que você resolveu fazer da vida?” e respondi “ter meu próprio negócio”, ela então finalizou “pronto, minha filha, sua vida também tá dando certo para o que você priorizou”.

Não é fácil, na verdade, pra mim, viver é a tarefa mais difícil que tem (fazer arroz é moleza). Com 27 anos (quase 28) passei por situações na vida que não desejo a ninguém, nem ao meu pior inimigo. Ali sim, eu vi na minha frente o que era o tal temido MEDO, aquele que parece que te sufoca até o fim e você só quer correr.

Ter o meu próprio negócio dá medo? Dá, não nego. Mas a sensação de conseguir fazer dar certo é muito mais prazerosa. 
Se você também tá empreendendo, um conselho: vai com medo mesmo, mas vai!

Like what you read? Give Luísa Gabriela Monte a round of applause.

From a quick cheer to a standing ovation, clap to show how much you enjoyed this story.