Mas o salto de tempo nas histórias tem que ser sempre explícito?
Charles Oliveira
1

Oi, Charles. Entendi seu ponto de vista. No caso do livro citado, a autora deixa bem claro que o almoço com as amigas acontece mesmo no dia seguinte, por isso o furo. Quanto ao salto de tempo, não precisa ser algo explícito, principalmente quando o tempo não é tão longo. Mas, se for, é bom dar uma explicação ao leitor, para que ele não se sinta perdido na história. Você pode datar os capítulos ou encontrar outra maneira criativa de pontuá-la no tempo. Boa sorte na carreira de escritor!