princesa meu cu

quando eu acho que estou cercada de pessoas informadas e que sabem que bom mesmo é vc tem a liberdade de ser quem se é, independente de esteriótipos dos filmes disney, vem alguém e expõe que homem tem que tratar mulher igual princesa.

cejura? até a disney está tentando, mesmo que de maneira tímida, fugir disso. está criando moças que viram sapo, que viram ogras, que não viram nada, mas que são heroínas delas mesmas. 2016. pelo amor de deus.

as mulheres querem ser tratadas com respeito. e isso é o mínimo necessário para se manter um relacionamento de qualquer espécie com alguém, seja lá o gênero desta pessoa. respeito, meu bem, é condição sine qua non. simples.

ahhh mas eu quero ser tratada como princesa. cara, que bom para vc. eu não. não quero pois quando analiso as histórias de princesas eu vejo mulheres frágeis e manipuladas que vivem para acreditar que só serão felizes se tiverem um cara do lado. e isso é tudo que eu menos acredito na vida.

tive vários namorados. alguns bem bacanas. outros bem cagados. de fato, nenhum deles me tratou como princesa. não me tratou assim pq eu nunca deixei. eu nunca deixei que ninguém controlasse minha vida e nem projetei minha felicidade em outra pessoa. eu sempre soube que a responsável pela minha felicidade era de uma única só pessoa: EU!

é muito triste ver uma geração antenada, com acesso à informação criando filhos para tratarem mulheres como princesas e meninas para serem elas. sei lá, eu não tenho filhos, mas tenho sobrinhos. e quando eu penso neles, os meninos e a menina, eu penso que eu gostaria que eles fossem pessoas fortes, preparadas para a vida, para se relacionar de forma igual com as pessoas que eles escolherem. pessoas respeitosas, que não se achem superiores e tratem as pessoas como inferiores.

não gostaria que a minha sobrinha esperasse um cara para ser feliz. tb não gostaria que ela achasse que vida de princesa é a vida ideal. claro que se ela quiser isso, não sou eu quem vai falar para ela mudar. mas acredito que podemos dar informação para que as meninas se empoderem e saibam que elas podem ser muito mais que princesas.

quando a gente pode tudo, a gente espera um parceiro para vida e não um príncipe que nos salve e nos dê mordomias. a gente rala junto. trabalha, junta grana, paga apartamento. a gente compra carro junto e sabe que quem suja tem que lavar e por isso o trabalho doméstico é responsabilidade dos moradores da casa e não da mulher e deve ser dividido.

o cara a mesma coisa. ele sabe que pode contar com alguém forte, que vai estar junto no perrengue, que vai dividir as contas, pq o mundo é caro e a vida é corrida. um cara que ache normal ganhar menos, pq a sua mulher tem um emprego mais rentável. que pode cuidar de filho, que pode lavar a louça que não vai cair a mão, e que as roupas dele não se levam sozinha. que não precisa ser forte o tempo todo, pois ninguém é. e que se ele decidir ter uma companheira, ele vai ter uma amiga para a vida toda, para todas as horas.

desculpe se vc quer ser uma princesa. vc tem todo o direito. mas o que não pode é achar que só este modelo serve para todas as meninas! pensar assim só cria uma vida de frustração, pois o príncipe nunca vem. na vida real, a grande maioria dos ~príncipes~peida embaixo das cobertas e tem bafo ao acordar! isso quando ele não caga de porta aberta! mas que tudo bem. isso pode ser chato de aturar, mas ele te trata com respeito e planeja construir a vida com vc, lado a lado. de igual para igual. e isso é sensacional!