Tipografia e Legibilidade:
O desafio da mediação visual no texto escrito


L U I S - S É R G I O S A N T O S
AGOSTO de 2013

Reduzir o ruído à menor escala ou a zero é a grande utopia da Comunicação. Principalmente reduzir o grande vilão que é o ruído semântico, dentre tantos. Na verdade, todas as técnicas da Comunicação
estão focadas para este resultado, zerar o ruído e, para isto, alguns recursos como o redundância são usados ostensivamente principalmente na comunicação do marketing publicitário.

No texto escrito em alfabeto, entra em cena um mediador que exerce
enorme influência no modo como o conteúdo vai ser percebido, na fluidez
da leitura e na relação amigável com as frases e blocos de texto. Este elemento é a tipografia. No livro literário, ele desempenha papel central como espelho da leitura. Ele é a peça central de um contexto muito importante, onde o design gráfico é o diretor. Mas seus aspectos coadjuvantes também jogam um papel muito relevante. Vamos citá-los: 1. Formato; 2. Margens; 3. Fonte tipográfica (typeface); 4. Corpo, e; 5. Entrelinha.

Algumas regras essenciais devem ser consideradas: a largura da coluna
x corpo x entrelinha, o alinhamento da composição e, principalmente, a
natureza da tipografia, sua estrutura anatômica e, aqui, temos a grande dicotomia serifado versus sem serifa.

Tipógrafos e impressores apontam tradicionalmente os tipos (typefaces)
com serifa como mais legíveis que tipos sem serifa (Lange, Esterhuizen e
Beatty, 1993).1 Muitos autores também argumentam, até matematicamente, que os leitores preferem serifados, porque os leem mais rapidamente, os reconhecem facilmente e a compreensão se dá num nível elevado. Rubinstein2 defende que a serifa faz com que o final das letras seja mais visível.

Rubinstein (1988) escreveu:

‘‘Serifas tem um importante papel na leiturabilidade (readability) do
texto promovendo… visibilidade no final das serifas e ajudando a ler mais
rápido e a evitar o cansaço.’’

Provavelmente ele se refere à cursividade provocada pela serifa que funciona como revezamento invisível entre uma palavra e outra dando maior fluidez e continuidade à leitura.

Texto integral, em PDF: https://www.academia.edu/4575656/TIPOGRAFIA_E_LEGIBILIDADE_O_DESAFIO_DA_MEDIA%C3%87%C3%83O_VISUAL_NO_TEXTO_ESCRITO_FULL_TEXT

A single golf clap? Or a long standing ovation?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.