Kung Fu Panda ensina muito sobre a vida, e eu posso provar

Tem uma cena que eu sempre compartilho no Facebook quando a vejo: A cena de Oogway ensinando a Po o valor do presente na nossa vida.Essa semana revi a cena e depois de compartilhar, resolvi pesquisar mais sobre as falas de Oogway no primeiro filme e me surpreendi com os ensinamentos que toda a obra de Kung Fu Panda traz.

Nas primeiras cenas, Oogway diz para o mestre Shifu que a ameaça de Tai Lung retornará, ao notar o desespero do pequeno mestre, Oogway diz: “Sua mente é como a água, quando fica agitada não consegue ver claramente, mas se permitir que se acalme, a resposta fica clara”. Em um filme infantil, uma frase tão forte como essa até assusta, uma tartaruga animada ensinar que a calma clareia a vida e que as respostas estão ali, é só se permitir.

Cena de Kung Fu Panda 3

Não é só o mestre Oogway que nos ensina a ver as coisas com calma e a entender que não temos controle de tudo e que temos que nos desprender da ilusão de controle da vida. Po, em sua jornada para se tornar o Dragão Guerreiro, vai da descrença e da vergonha total até o treinamento e a crença de que é o escolhido para derrotar Tai Lung.Acreditar em si mesmo e em quem necessita é algo poderoso, nós somos o que acreditamos.Um vendedor de macarrão pode se tornar o maior herói da China, se ele acreditar em si mesmo.

Um filme infantil com referências de filmes antigos de Kung Fu também mostra o lado filosófico da China, com ensinamentos budistas e taoístas dentro do filme.Oogway é taoísta ao dizer que devemos nos livrar da ilusão do controle, seguindo o Wu Wei(agir pelo não agir, agir pela sutileza e não pela força) mas o mestre também é budista ao ensinar que “O ontem é história, o amanhã é um mistério, mas o hoje é uma dádiva e por isso se chama presente.”

A energia de Kung Fu Panda é muito forte, e nos ensina muito sobre a vida e sobre acreditar sem pensar nos problemas envolvidos. Po, de forma sutil, aprende a usar algo que antes era uma limitação como uma vantagem.Já que não pode controlar o que está a sua volta, ele controla sua própria natureza.Isso é Wu Wei, confiar na própria natureza ao invés de racionalizar tudo.

Kung Fu Panda é uma obra a se prestar atenção, apesar de ser um filme infantil e engraçado, os ensinamentos orientais são muito presentes.E em toda obra de animação devemos ter uma maior atenção, porque debaixo do infantil e engraçado, há sempre algo a se aprender.