Houseboat

Com uma arquitetura tão diferente, um estilo único e tantas comidinhas boas, nossa primeira parada não podia ter me encantado mais: Amsterdam ganhou todo o meu coração! Chegamos no Schiphol já no finalzinho do dia 3 de fevereiro e pegamos um trem até a Centraal Station e de lá um metrô para o centro da cidade.

visitinhas matinais no houseboat

Exaustos, depois de carregar malas o dia todo, finalmente chegamos no nosso HouseBoat! Lá em Amsterdam é muito comum as pessoas morarem em barcos, que ficam ancorados nas margens dos canais pela cidade toda. Como é algo que não vemos todos os dias aqui no Brasil, optamos por deixar de lado a tradicional hospedagem em hotel para viver um pouquinho dessa experiência! Pra falar a verdade, acabou sendo um dos melhores lugares que ficamos na viagem e de longe o mais aconchegante e gostosinho, sem falar da vista maravilhosa😍.

A localização também era ótima! À beira do rio Amstel (o principal rio de Amsterdam, relacionado inclusive com o próprio nome da cidade) e quase embaixo da Magere Brug (“ponte magra”), nosso barco ficava a poucos passos do centro da cidade e das principais atrações turísticas. Amamos e recomendamos muito!

Like what you read? Give Luíza Cipriani a round of applause.

From a quick cheer to a standing ovation, clap to show how much you enjoyed this story.