Gols marcam primeira rodada da Liga dos Campeões

Messi marcou duas vezes para o Barcelona (Foto: Divulgação)

A primeira rodada da fase de grupos na Liga dos Campeões reservou algumas surpresas, mas, no geral, as expectativas foram cumpridas. Destaque para a vitória dominante do Barcelona para cima da Juventus, seu algoz na última temporada, e também para o ótimo rendimento das equipes inglesas, que tem decepcionado nos últimos anos.

O número expressivo de gols foi o que mais chamou a atenção nos dois primeiros dias da competição europeia. Foram 54 em 16 partidas. Entre os brasileiros, ótima estreia também. Neymar, Gabriel Jesus, Firmino, que ainda perdeu um pênalti, Taison, Talisca e Vitinho deixaram suas marcas. A artilharia até o momento fica para Cristiano Ronaldo, Messi, Cavani, Stones, Harry Kane e Pardo, todos com dois tentos.

O ponto negativo fica por conta dos representantes de Portugal, que ainda não conseguiram voltar a ter o protagonismo de outros tempos. Em um grupo bem equilibrado e que qualquer ponto fará a diferença, o Porto foi surpreendido e perdeu para o Besiktas por 3 a 1 em casa. Também em seus domínios, o Benfica não foi capaz de segurar o ímpeto do CSKA Moscou, perdeu por 2 a 1, e saiu atrás na disputa por vaga nas oitavas. A boa notícia é o Sporting, que, jogando na Grécia, bateu o Olympiacos por 3 a 2 (levando dois gols nos minutos finais).

É impossível não falar da vitória com autoridade do Paris Saint-Germain, que chega na Champions League com a obrigação de finalmente ter bons resultados e justificar os enormes investimentos. Com atuação de gala de Neymar, Cavani e Mbappé, os parisienses bateram o Celtic por 5 a 0 fora de casa. Ainda pela França, o Monaco, vindo de derrota na Ligue 1, acabou no empate com o arrumado Leipzig, da Alemanha.

O trio Neymar, Cavani e Mbappé marcou para o PSG (Foto: Divulgação)

As equipes da Premier League estão devendo há alguns anos. Porém, o começo foi positivo. O Chelsea tentou mostrar que o elenco enxuto não é um problema para a temporada. Porém, a goleada por 6 a 0 sobre o inexpressivo Qarabag ainda não é, pelo menos na minha opinião, parâmetro para ter essa certeza. Já o Manchester United venceu bem o Basel, com gols de Lukaku, Fellaini e Rashford.

O Tottenham, mesmo sendo beneficiado com um gol mal anulado dos adversários, despachou o Borussia Dortmund e começou com o pé direito em Wembley, local que não rendeu boas recordações na temporada passada. A decepção ficou por conta do Liverpool, que, apesar de ter mais chances de vencer, ficou apenas no empate com o complicado Sevilla em Anfield.

Por fim, na Espanha deu a lógica. Real Madrid e Barcelona garantiram suas primeiras vitórias na competição. Os madrilenhos, porém, sentiram a falta de Benzema e voltaram a mostrar problemas para definir os ataques, mesmo com CR7 em campo e o bom placar de 3 a 0. O Atlético de Madrid ficou apenas no 0 a 0 com a Roma, em um dos grupos mais equilibrados da competição.