Qual seu tipo de trouxa?

Cheguei a conclusão que muita gente passa por situações muito parecidas que é gostar de uma pessoa que não sente na mesma intensidade (ou nem sente). Todos sabem que gostar de alguém já muito confuso, gostar de alguém que não corresponde, prepara o psicológico, uma vez que ele será muito afetado.

Existe alguns tipos de pessoas (trouxas) que se encaixam em algumas situações:

Trouxa n° 01: os que arriscam em gostar de pessoas que brincam com elas, no sentido de que, usa, abusa e não assume, tem o total prazer de ter a pessoa como estepe. Porque? Estamos tão encantados por esse romance que tudo parece possível, sendo que, grande coisa ver essa pessoa as vezes, sonhar em vários programinhas para ser feito, onde todos serão cancelados. Você nunca vai ver o mozão a hora que quer, ou até organizar algo juntos, pode parar de sonhar, pois você é a segunda opção. Não importa quantos convites fizer, quantas oportunidades maravilhosas existir, ela só vai te ver quando for conveniente pra ela. Tem um assunto incrível para conversar? Esquece, essa pessoa não está a fim de te responder, ela não está olhando nos teus olhos, ela não está te ouvindo. Só que o sonho em ter algo fala mais alto, então, quando a pessoa te chama/fala/reage, nem que seja uma vez em meio de tantas, os olhos já brilham, as mãos suam, e com certeza a euforia vem a tona, claro né, ela “demonstrou alguma coisa”. Aguarde alguns minutos, horas ou dias, pois o balde de água fria vai ser jogado na sua cabeça de uma hora para outra. Quando se é segunda opção, nada é concreto, apenas sonhado.

Trouxa n°02: temos aquele cidadão que quando menos percebeu, estava no meio de uma confusão, gerando problemas pra si e para um belo casal que tem seu romance concretizado. Obvio, porque não? Vamos nos envolver sentimentalmente/sexualmente com alguém que já é compromissado. O problema de se sentir em um triângulo amoroso é a paixão que sente pela ponta desse símbolo, que envolve outras duas. Vou ser bem sincera, a ponta do triângulo não sente nada por ninguém, por nenhuma das partes do contexto, apenas a necessidade de ter atenção totalmente voltada para ela. Você é o estepe quando alguém do relacionamento sério não deseja dar atenção. Isso mesmo, também se encaixa na primeira situação, só que um pouco pior, já que vai acaba fazendo o trabalho de outra pessoa, a que realmente tem algo com ela. Não pense que é a única pessoa que sofre, a pessoa que tem algo firmado com a ponta do triângulo também sofre, ela sente o distanciamento, o desinteresse, e a sensação que existe algo acontecendo. Com certeza, o mais iludido é o que não tem nada com a pessoa, que sonha com aquilo que tanto é dado como esperança, de algum dia ser olhada com amor e compaixão, tendo todo aquele sentimento correspondido. Você está cego! Pare de sonhar! Esqueça tudo isso! Isso nunca vai acontecer! Pare de colocar toda sua dedicação em algo que não vai sair do lugar, porque não existe VOCÊ nessa relação. Existe o casal que passa por seus altos e baixos, tendo aquela muleta para apoiar todas as carências de uma pessoa que não está se sentindo atendida. Você não passa do remédio de alguém!

Trouxa n°03: essa vai para todos aqueles que vivem uma paixão platônica, que vivem no trono da friendzone. É, chegou sua vez sonhador. Esse sim, com certeza esse é o rei dos trouxas. Não adianta, quem não gostou de alguém que sem querer virou seu best friend forever? Aham né! Você faz tudo para agradar, sabe todos os gostos, o que gosta de fazer, os lugares favoritos, as músicas mais tocadas em seu celular, até pelo fato que talvez sejam as mesmas músicas do seu, de tanta sintonia que vocês dois têm. A aproximação rolou de uma forma proposital? Sim. Descobriu que não ia rolar nunca? Sim. Não foi embora porquê? Já sei! Gosta tanto que não consegue sair do círculo vicioso. Gosta tanto que não sabe se prefere ficar longe ou perto, acha que a amizade será suficiente, mas nunca será. O jeito que olha, respira, conversa ou se aproxima da pessoa entrega tudo, em razão de que tua guarda fica totalmente baixa, e não consegue entender como essa pessoa não enxerga ou não sente igual. Sabe porque não sente? porquê ela é realmente tua amiga. Talvez seja por isso que vocês são tão perfeitos um para o outro. Vai, aceite os fatos, nunca passará disso, não importa o que faça, o quão perfeito seria um romance entre vocês, isso nunca vai acontecer. Existe duas opções, seja realmente amigo dessa pessoa ou larga o barco, pois esse sentimento nunca irá mudar, se mudar, pode ser que você nunca saiba pelos mesmos motivos.

Como disse, ia falar tudo com muita sinceridade, entao lá vai. O amor é para ser tranquilo, pacífico e harmonioso, se não existe isso entre vocês, com certeza alguém está enganado nessa história. Eu já passei por algumas dessas situações, podendo admitir que não passa da pura carência e medo de encarar o desconhecido. Sim, você só fica tentando onde não dá, por simplesmente achar que está sentenciado a isso, que as outras tentativas provavelmente terão o mesmo resultado.

O medo é seu maior vilão, e a carência vem de tira colo para completar seu papel de vítima. E tem mais, a outra pessoa a qual você sente algo também não pode ser culpada por toda essa confusão que está acontecendo, e ela não escolheu nada disso, não pediu para ser o “amor da sua vida”, por mais que ela contribua para esses sentimentos. Ela é apenas uma consequência de tudo que você criou tanto na cabeça, quanto no coração.

Há questão é, vai manter tudo do jeito que está ou vai dar uma reviravolta que nem imaginava acontecer? Só depende de ti!

28/08/2017⁠⁠⁠⁠

One clap, two clap, three clap, forty?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.