“Ainda podemos ser amigos”

“Ainda podemos ser amigos” Ela diz. 
E eu me esforço para que não fique tão evidente
minha dúvida sobre ela estar mentindo ou sendo ingênua.

“Claro” Eu digo.
Sem me esforçar em esconder meu descontentamento.

Foram anos de transparência
e sinceridade,
de exposição
de nossas vulnerabilidades
um para o outro,
e tudo isso acaba
nessa mentira mútua
e conveniente.