Recentemente, muita gente no Facebook anda repassando essa imagem:

A imagem ainda questiona: Atrofia cultural? Ferrugem Intelectual? Alienação Midiática? Não, queridos amigos. A resposta é: mau-caratismo para ganhar “likes”, disfarçado de pseudo-intelectualismo. E você não deveria estar repassando isso. Eu entendo a crítica e entendo a sua intenção e sua “indignação”, mas sua motivação está errada. Assim, no fim das contas, em vez de passar como “erudito”, conhecedor da discografia do Zé Ramalho, você passa como pedante e bobo, como o criador dessa imagem e dessas listas. Explico.

A primeira coisa que você tem que questionar — e na Internet…


Ou “Não discuta com quem gostou do show do Queen com Adam Lambert”. E explicarei o motivo.

Em tempos onde só se enxergam vermelhos ou azuis e direita ou esquerda, uma nova esfera de posições foi criada recentemente, logo no primeiro dia da edição 2015 do Rock in Rio: Adam Lambert x Freddie Mercury.

Desde já, faço duas promessas:

1 — Não vou comparar os dois. É injusto e descabido, uma vez que a proposta não é substituir Mercury (a banda é “Queen + convidado”, como foi com o Paul Rodgers).

2 — Não vou dizer que teria sido muito…

Luigi Paolo

Diretor, Ator, Músico, Sonoplasta, Fotógrafo e Analista de Sistemas, que é o que paga todas essas profissões.

Get the Medium app

A button that says 'Download on the App Store', and if clicked it will lead you to the iOS App store
A button that says 'Get it on, Google Play', and if clicked it will lead you to the Google Play store