Uma pequena reflexão não muito boa.

Incrível como alguns pensamentos apenas surgem, não é mesmo?
E surgem em horas inesperadas, nas quais ou você está muito ocupado com algo ou você está de bobeira, deitado em sua cama, com a janela aberta deixando o frio cortante entrar e esfriar suas pernas.
Pensei hoje sobre a vida não ser um mar de rosas. E por que ela não seria? 
Se fosse levado ao pé da interpretação, essa vida seria livre de machucados, tanto física quanto psíquica. Pois o mar iria nos proporcionar a paz e a calmaria que o cheiro, o perfume da rosa nos traz. 
Mas, se você for pensar ainda mais à fundo, a vida É sim um mar de rosas. Pois se há rosas, há raiz, há caule, há espinhos. Espinhos estes que nos machucam noite e dia, dia e noite. E nós nos contentamos mesmo assim. Estamos em constante busca pela paz no nosso interior, assim como a paz coletiva.
Se a vida fosse um mar de rosas, ela não duraria muito. 
O mar, por natureza, é salgado. Cheio de minerais. E iria sobrecarregar as rosas no quesito de metabolizar os nutrientes. 
Se a vida fosse um mar de rosas, ela ainda assim não duraria muito. Pois as rosas murcham; elas se machucam também. Não duram pra sempre, ainda que o ciclo de polinização continue. E, se as flores morrem, o que resta são os caules, os espinhos. Os mesmos que nos atormentam dia e noite, noite e dia.
Às vezes eu começo a escrever e vou tão além do quanto eu mesmo posso imaginar. Coisas que eu mesmo tenho dúvidas, vou lá e escrevo. Mas prefiro escrever porque isto ajuda a me pôr em meu lugar. A me conhecer cada vez melhor. 
É parecido com um paradoxo que criei (ou não) esses dias:

eu sou o meu corpo ou o meu corpo sou eu?

E quando eu o fiz, um amigo indagou: 
"Sabes que, num paradoxo, a primeira sentença sempre é a correta."
Mas, e aí? Como fica o quê eu pensei, deixando de lado a existência da figura de linguagem? 
Será que sou eu quem habita o meu corpo ou o meu corpo é quem me habita?

One clap, two clap, three clap, forty?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.