5 Razões para eu ter abandonado o meu trabalho

Esta foi a decisão mais complicada que eu tomei na minha vida, abandonei uma estabilidade em prol de um sonho. Isto não tem nada de certo nem de errado, simplesmente é uma forma de estar e de lidar com os problemas.

Tenho falado com alguns amigos que estão em situações semelhantes e ainda não deram o passo definitivo para atingiram os seus objectivos. Decidi então criar uma serie de 365 vídeos, onde vou partilhar 1 vídeo por dia, no intuito de ajudar os pequenos negócios com o meu conhecimento. Não podia começar de outra forma que não partilhar as razões que me levaram a tomar a decisão profissional mais importante da minha vida.

1- Arrependimento

Vivia numa constante luta contra o meu psicológico, não consegui acordar com ideia que não estava a seguir o meu pensamento. Passei muito tempo a viver na minha cabeça e com uma sensação de impotência, medo e frustração. Quando uma ideia me entra na cabeça, muito dificilmente eu consigo reverter o pensamento e a vontade em experimentar é louca. Viver toda a vida com a dor de nunca ter tentado era impensável para mim . Isto foi determinante para eu ter escolhido um rumo diferente e ter tentado outros caminhos que não os que tinha.

2- O que eu estou a fazer segue aquilo que eu quero daqui a 10 anos?

Todos os dias eu faço esta pergunta antes de começar a trabalhar, é impensável para mim trabalhar em algo que não me permita chegar a onde eu pretendo. Tenho os objectivos para a minha vida muito bem definidos, e a questão profissional é determinante para eu os atingir. Seguindo este pressuposto deixa de fazer sentido estar a gastar energias em algo que não tem margem de crescimento.

3- Idade

Este factor pesou muito na minha escolha e na atitude que tomei. Tenho 27 anos e não tenho qualquer tipo de encargo financeiro que não me permitisse sobreviver. Claro que tive que abdicar de alguns pequenos luxos que tinha, mas a altura para o fazer era agora.

4- Liberdade

Isto coloca-me um sorriso todos os dias! Atenção que não significa que eu trabalhe menos, muito pelo contrario, trabalho 16 horas por dia mas como eu quero, onde eu quero e com eu quero. Isto é um luxo que me permitiu tomar a decisão sem nunca ter que olhar para trás.

5- Felicidade

Talvez o factor mais determinante para ter tomado a atitude. Nunca na minha vida senti o que estou a sentir, a aventura que tenho todos os dias, o desafio de nunca saber como fazer está a ganhar aos pontos em relação ao que fazia. Felicidade não significa dinheiro, porque estou financeiramente na pior fase da minha vida e mesmo assim nada me tira o estado de espirito que estou a viver. É este ultimo factor que me faz ter a certeza da atitude que eu tomei .

Com esta partilha apenas quero partilhar a minha experiência e demonstrar como é que tudo o que eu estou a passar começou. Porque na realidade, cada pessoa tem as suas razões e motivações e todas elas estão correctas! As minhas são estas …

https://www.youtube.com/watch?v=iKUk0aq9zZA