Indiferença
Rafaela Vialle
341

A gente entra tanto num modo automático que oscilar entre os sentimentos é apenas um trocar de rosto, lagrimas fracas pra sorrisos insipidos, muito pq só ficam no superficial, vamos nos escondendo das feridas e não deixamos nada penetrar. Aí não aprendemos a amar, não nos incomodamos tanto com a dor… e a tudo nos acostumamos. E a vida vai passando lá fora… e estagnada aqui dentro

Show your support

Clapping shows how much you appreciated Luiz Pedro’s story.