eu que sou ninguém
que nunca tive ninguém
incapaz de prender um alguém
hoje quero ser gaiola
pra te prender como um pássaro
atrás das minhas grades
onde ninguém jamais seria capaz de te tocar 
eu que sou ninguém
outras vezes quero ser liberdade
quero ser a tua liberdade
para que tu seja capaz de tocar o mundo inteiro
e no fim do dia voltar a descansar em meus braços
eu que sou ninguém
nem quero ser alguém
contanto que tu me escolha 
pra ser gaiola
ou liberdade
desde que seja pra ser
contigo

Like what you read? Give mariana a round of applause.

From a quick cheer to a standing ovation, clap to show how much you enjoyed this story.