Justifique suas justificativas.

Sempre me questionei o porquê de sentir essa obrigação em me explicar quando não quero ir a algum lugar, quando não gostei de alguma coisa, quando decido fazer algo. É certo que em certas ocasiões devemos dizer para nossa mãe que preferimos tomar sorvete em tal lugar porque lá tem de cereja ou falar para nosso pai que decidi(mos) mudar de curso porque não nos sentimos felizes e não vemos futuro onde estamos.

Mas por que parece rude eu dizer que não vou no bar com alguns amigos por não querer? Eles vão se sentir menos queridos? Eles vão perceber o que eu quero dizer?

Confesso que esses questionamentos surgiram por ver pessoas publicando 20, 25, 30 fatos sobre si e explicando o motivo de estarem fazendo aquilo. Li a maioria dos que vi. E esses são sobre mim.

  1. Costumo ser direta e sucinta para resolver assuntos, mas admiro a subjetividade.
  2. Quando conto uma história gosto de contar os detalhes.
  3. Meu número da sorte.
  4. Faço coleção de um dos meus livros preferidos em diversas línguas.
  5. Sou chorona.
  6. E sensível, embora muitos pensem o contrário.
  7. Meus amigos sabem o quanto amo minha irmã mais do que ela.
  8. Não falo “eu te amo”.
  9. Já fui pra Rússia e peguei calor de 30ºC, infelizmente.
  10. Quando combino ou me pedem algo e só lembro quando vejo a pessoa tento parar de pensar nisso pra que ela não lembre.
  11. Eu conto as coisas para os meus amigos esperando que aquela conversa seja nossa. Não importa se eu contei pra um amigo em comum, ceis não tem que falar da minha vida.
  12. Sorvete de cereja.
  13. Já pedalei 200 km em um dia com meu pai.
  14. Tenho medo de dizer que gosto de alguma coisa e depois mudar de ideia. Isso não se aplica à comida.
  15. Quando era pequena e me perguntavam se eu já tinha terminado de comer dizia que tava pensando.
  16. Pôr do sol.
  17. Mesóclise.
  18. Faz anos que não vejo televisão mais de uma semana seguida. Quando ligo meu maior prazer é desligar :)
  19. Tenho dificuldade pra me sentir parte de algo, isso inclui diretorias, times e outras coisas das quais já participei.
  20. Gosto de ligações telefônicas.
  21. Criei um carinho maior pelos meus aniversários depois que vim morar em Floripa.

Talvez quem se explica só queira se explicar. Ou tenha muito mais por trás do que foi dito. Afinal, tem muito mais por trás de todo mundo. Exposto ou não, você não é só o que vejo e as conclusões que tiro. E nem eu.

One clap, two clap, three clap, forty?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.