A última chamada para nós foi dada. Eu de malas prontas ansiosa para ir. Você de mãos vazias prestes a desistir de tudo. Olho em seus olhos e eles não me revelam nada. Tenho medo. Tenho medo que essa seja a última vez que eu possa lhe abraçar. Tenho medo que essa seja a última chance de beijar sua boca. A voz que ecoa ao vento anuncia friamente: “é hora de partir”. Eu poderia ficar elhe fazer morada. Poderia ficar e deixar que o mundo me tenha em outro momento. Mas seus braços já estão fechados, e eu não consigo lhe convencer que podemos seguir juntos. Eu poderia ficar e esperar de novo, mas dessa vez vou ter que ir sem você.

One clap, two clap, three clap, forty?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.