Genealogia no DNA!

Da série “Ninguém perguntou, mas respondo mesmo assim”, capítulo “exame de DNA pra genealogia”. Tem um vídeo viral rolando com pessoas que fizeram um exame de dna pra detectar de onde vieram seus antepassados.

É o mesmo exame que encomendei para os meus pais e cujos resultados recebemos há alguns meses. Algumas observações:

  • O teste que fizemos é do ancestry.com e custa 99 obamas. Não entrega no Brasil e a postagem de retorno é paga só em território americano, então é recomendável ter um portador pra trazer o kit e outro pra levar de volta (e colocar em qualquer caixa do correio nos EUA).
  • O processo é aquele mesmo: cospe, registra o exame online e manda pra eles. Demora uns 2 meses pra receber a resposta.
  • Há outros fornecedores de testes, tem um índice/comparação aqui:http://bit.ly/1RYjWdR
  • Você pode fazer download dos seus dados brutos e upload pro familytreedna.com, o que aumenta suas chances de encontrar parentes.
  • Eu já consegui encontrar e entrar em contato com 2 parentes: uma prima para quem eu ajudei a desvendar uma parte da árvore (do lado Freitas Lima) e um primo Paula que ainda não localizei mas que parece que encosta nos Andrade também.
  • O lado chato é que essa parte de match só funciona bem se você e a outra pessoa pesquisaram até a 4a-6a geração para poderem trocar dados concretos. Com essa distância, os sobrenomes não necessariamente se conservam e sem pesquisa você vai saber qual é o antepassado em comum (lembrando que cada pessoa tem 8 bisavós, 16 trisavós, 32 tataravós, 64 penta- e 128 hexa-).
  • Se você não faz pesquisa ou não avançou tanto, o máximo que você vai conseguir é um bom papo de bar, poder falar por aí que tem ascendência do Oriente Médio ou do Senegal. Isso também não é ruim, mas segure a onda nas expectativas.
  • Se sua ascendência é africana, o resultado pode ser bem mais detalhado, pois há mais dados de lá. Ascendência europeia também dá um caldo. Ascendência indígena resulta em um “native-american” decepcionante que engloba Alaska até Terra do Fogo. (o mapa abaixo: http://bit.ly/1TXIxBL)

Se fizer o exame, me passa seu username. Vai que, né? …

One clap, two clap, three clap, forty?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.