Um ano incrível!

Todo fim de ano as pessoas são invadidas por sentimentos de renovação, reflexão e desejos de que o ano seguinte seja bom.
 É comum traçarmos metas e fazermos promessas para nós mesmos, temos 365 novas chances ali pertinho, em um futuro próximo.
 Mesmo que no fundo saibamos que algumas promessas não conseguiremos manter até fevereiro e algumas metas precisaríamos de mais tempo para atingir, sentimos que é importante tentar, mais do que isso, parece que o momento nos obriga.
 Por 24 anos eu só refleti seriamente sobre meus planos de médio prazo em dezembro até que uma experiência maravilhosa me provocou a fazer essa reflexão em outro momento; próximo ao meu aniversário pois considera que é aí que inicia nosso ano. 
 Além da troca do momento a metodologia utilizada foi totalmente diferente, não teve luz da lua, sete ondas e rosas brancas como oferenda. Teve muita concentração, bom senso, realismo, respeito próprio, certamente um pouco de magia e muito amor. 
 Essa receita, apesar de ser composta de ingredientes simples é extremamente difícil de ser executada, ela exige muita dedicação, mas garanto que pode trazer resultados incríveis, dessa forma eu recomendo a prática e vou repetir nos meus próximos anos.
 Das coisas lindas que aprendi, conquistei e vivi nos meus anos 25 e 26 (ainda rolando) anos, a mais linda de todas foi saber desejar corretamente. Desejar com a confiança de quem sabe os seus pontos fortes e a humildade de quem sabe que eles podem mudar a qualquer momento.
 Entendi que qualquer dia vivido nessa terra é um ótimo dia.

One clap, two clap, three clap, forty?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.