Deixa Estar

Espera, menina, que as coisas mudam. 
Deixa estar, que um dia eu também mudo. 
Fico mais forte, mais inteligente, sei lá. 
Um dia você me nota, deixa estar.
Quem sabe para de apenas ler o que escrevo 
E descobre o que meus olhos gritam quando te vejo. 
Calma, que um dia eu me abro. 
Te falo que de óculos, tu ficas linda 
Que quando tu passas, eu me calo
E quando ri de si mesma, mais ainda. 
Deixa, que um dia você percebe
Que o teu sorriso,
É o meu sorriso
E só existe, quando te vejo.
Espera, menina, que o tempo também deixa estar 
E o que for pra ser, 
Como o mais eterno dos clichês, 
Será.

One clap, two clap, three clap, forty?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.