Entre Estantes

Me meto entre estantes ,analiso título por título. Entrei em mais uma livraria do centro, dessa vez a do teatro municipal. Longa, devoro os corredores, corro pelas palavras, me perco nas horas. Os meus olhos mornos e meu corpo cansado, vago como um fantasma entre humanos, estantes e corredores. Plano de fundo é o album do Tim Bernardes, você iria gostar. Subo as escadas devagar, as minhas pernas estão mais pesadas que o comum, mais uma ressaca em plena quinta feira. Bem, as de quinta sempre parecem mais suportáveis que as de segunda. Peguei o livro novo da Sara Andersen, você sabe que é uma das únicas coisas que poderia me tirar risos fáceis. Não foi diferente. Senti as tirinhas me abraçarem, ri sozinha em plena saraiva. 
Deixei algumas páginas para depois, adiei um pouco mais o final, e assim guardaria um pouco mais de sorrisos para a próxima quinta. 
Ando pelo centro. 
Me meto entre pessoas. 
Está quente hoje. 
E eu não sei o que fazer. 
Eu me perdi
Na vida
Na rua 
e nesse texto 
melhor terminar com isso.

One clap, two clap, three clap, forty?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.