Memória afetada

Mariana Ribas
Jun 3 · 1 min read
Reportagem com Luis Carlos Petry, psicanalista e topologista.

Por Mariana Ribas e Carolina Varella para o Ctrl PUC.

É verdade que a comunicação em massa e o uso da tecnologia afeta a memória das pessoas? A tecnologia muda a maneira em que vivemos no nosso dia a dia, como aprendemos e como usamos nossa capacidade de atenção.

De acordo com um estudo realizado em 2007 pelo psiquiatra estadunidense Gary Small, é possível que a tecnologia afete profundamente a nossa memória, principalmente a de curto prazo ou como psicólogos chamam: “A Memória do Almoço”.

Os estudos indicam que a tecnologia é uma “extensão do cérebro”, que com o tempo enfraquece a memória. Segundo o psicanalista Luis Carlos Petry:

“O uso dos dispositivos móveis afeta de modo gradativo o uso da memória próximo ao ‘atual’ da pessoa. Nós liberamos para o dispositivo móvel aquilo que antes os nossos pais, nossos avós e bisavós tinham que reter o tempo todo”.

Mariana Ribas

Written by

Jornalista na revista Aventuras na História, narrativas jornalísticas, e colunista do CtrlPuc. Ah, e no tempo livre experimento as palavras.