15 coisas que eu queria ter descoberto no início da vida | por Tiago Mattos
Perestroika
28113

Olá, Tiago! Isto do futuro é tudo novo (!) para mim. Trabalho na área da saúde e esta noção de que o futuro vai mudar o paradigma de ação e pensamento, os nossos valores, ainda me amedronta, confesso. E acredite-me: não tenho alma do velho do Restelo. Estou dividida. Se por um lado me revejo no ponto 15 do seu texto, por outro penso se esta chegada do futuro não poderá enfraquecer e esbater a nossa humanidade, a nossa capacidade de sermos profundos e vinculados. Qual passará a ser o valor da saúde nessa altura ? Qual passará o sentido da vida ? Qual virá a ser o significado da morte ? Em áreas tão delicadas como a Medicina Paliativa, por exemplo, é imperativo ser high touch — qual o papel high tech que aqui se conhecerá ? Conhece algum livro que me pudesse introduzir à reflexão sobre o futuro ? Bem-haja! Manuela.

Show your support

Clapping shows how much you appreciated Manuela Vidigal Bertão’s story.