Life.

Acabo de ouvir a sirene de uma ambulância que passou rapidamente. Porém, não foi rápido o suficiente para não me fazer pensar.

Há tanta coisa acontecendo. Alguém está em perigo, doente, machucado. E eu estou aqui. Confortavelmente deitada, assistindo um filme de romance entre um homem e um computador.

Tantas vidas além da minha. Tantos erros piores que os meus. Tantas conquistas que eu gostaria de ter.

Outras pessoas. Pode ser meu vizinho, pode ser algum vendedor de tapetes na Índia. Todos com seus conflitos, sentimentos, reflexões.

Sete bilhões é um grande número. Muito grande. Sete bilhões, divididos em riqueza, pobreza, felicidade, alegria, sucesso, sofrimento.

Agora imagine o universo, se vida em outros planetas realmente existirem. Quanta coisa acontecendo. Quantas inimagináveis coisas acontecendo. Infinitas. Até cada tempestade de Júpiter é algo acontecendo. Está lá. Tão, tão longe. E eu aqui, deitada no sofá.

A existência é incrível.

One clap, two clap, three clap, forty?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.