entorpecente

a tua pele clara contrasta

lindamente com os escuros cabelos

aparentas ser uma jovem casta

porém sei que guardas obscuros segredos


queria ver escancarada

essa tua boca de sorrisos tenros

enquanto respirando descompassada

tu confessarias que adora meus beijos


não suporto mais essa tua calma

que tanto perturba minha rebeldia

te arranco da tua bondade

e te corrompo mesmo a tua revelia


e eu sei que o mais doce sorriso

que já dei nessa minha amarga vida

foi aquele quando tu me disseste

que fica mais plena na minha companhia.

Like what you read? Give manuela a round of applause.

From a quick cheer to a standing ovation, clap to show how much you enjoyed this story.