Lindo exemplo da Guil

Tenho uma cunhada que é mais que amiga, é praticamente uma irmã. Nossa sintonia se deu desde o início e eu a admiro mais à medida em que o tempo passa. Hoje é o aniversário dela e quem recebeu o presente fomos nós, com este lindo texto que ela postou no Facebook e que fiz questão de publicar aqui porque é uma verdadeira lição sobre como envelhecer com dignidade e alegria. Parabéns, Rosângela Vilani, a nossa Guil. Hoje minha homenagem é pra você!

“63 anos.
Dia a dia…ano a ano venho me preparando, envelhecendo…
Fui uma criança feliz, adolescente confiante e me tornando mulher, sou mãe e avó também, enfim a vida me mimou muito, então só tenho a agradecer tudo que já vivi e mimada continuo a querer ainda muito da vida!
As perdas que aconteceram foram sentidas, algumas ainda não superadas, outra cicatrizaram, fazem parte de quem eu sou, assim como as rugas…rsrsr
Coisas que aprendi:
Me cuidar sozinha mas ter sempre a família e amigos por perto!
Cultivar hobbies, no meu caso desenhar, escrever e ler que faz com que o tempo nunca seja suficiente pra fazer tudo isso!
Praticar esporte que é melhor que tomar remédio, então faço muito esporte e não tomo nenhum remédio!
Suavizar as feições que as tristezas de saudades costumam endurecer, enfim, sorrir e ter bom humor é um exercício diário também!
Me atualizar com a internet me conectando com o mundo virtual, ele não tem barreiras ou distâncias e realmente é uma boa ferramenta!
Ter meu cantinho, onde mando e decido, pelo menos enquanto puder fazer isso!
Passear conforme a situação me permita indo a bibliotecas, restaurantes, cinemas, exposições, afinal pago meia-entrada!
Viajar sempre que possível, perto ou longe, sozinha ou acompanhada, sem desculpas!
Agradecer todos os dias ao acordar e ao ir dormir a vida vivida!”

Rosângela Vilani (Guil)
Show your support

Clapping shows how much you appreciated Mara Prado’s story.