Cura Pessoal — A Terapia Cognitiva Comportamental e como ela me ajudou.

A Terapia Cognitiva Comportamental (TCC) é um tipo de psicoterapia, da qual não consiste em você somente falar livremente sobre os eventos do seu passado, embora ela reconheça que acontecimentos do seu passado geraram o comportamento que se tem no presente. A TCC consiste em trabalhar em seus problemas atuais e como você se sente e lida com eles no presente. Ela vai trabalhar no aqui e agora, e como seu pensamento e emoção junto a seu comportamento te afetam no presente.

Só testei 2 tipos de psicoterapia, e comparada com a outra, realmente a TCC é o tipo mais “tátil”. Ela é mais fácil de ser digerida, além de que realmente os resultados surgem bem mais rápido, acredito que pelas técnicas que são usadas durante as sessões. Eu senti uma grande melhora em 1 ano em determinados pensamentos e comportamentos negativos.

Minhas sessões duravam 1 hora, e 40 minutos eram para minhas explicações, reflexões, pensamentos, e sensações sobre determinado assunto. No resto do tempo, minha psicóloga aplicava uma técnica da qual eu retornava a minha lembrança ou imaginava a situação desagradável enquanto ouvia uma música agradável com um headphone e um aparelho pequeno que eu segurava nas mãos e tremiam em determinados momentos. Na minha mente, modificava as coisas dentro do que era possível, para tornar a lembrança ruim, no mínimo suportável, até um ponto que simplesmente não me afetasse mais. Lembro que na época, fiz 3 sessões sobre o recente trauma de médico que havia desenvolvido, que me estremecia e me fazia sentir dores sem nenhum fundamento físico. Eu sabia que tinha que ir no médico e pronto, podia ser um dermatologista começava a sentir cólicas, dores de cabeça, tremer, frio no estômago, e o pensamento constante de que a qualquer momento ele me daria o diagnóstico de uma doença grave ou mortal que afetaria toda a minha vida. Depois dessas 3 sessões, eu não sentia mais nada. Estava indo sozinha no médico, como se nada tivesse acontecido.

A eficácia do método me surpreendeu. Claro que embora seja um método mais “prático”, a agilidade dele se dá também devido ao ritmo da pessoa, e acredito eu, pela intensidade do trauma.
Embora me apavorasse indo ao médico, havia outras lembranças que ligavam a sentimentos mais profundos e intensos. E esses, eram os mais difíceis de se trabalhar. Mas isso não altera o fato que em 1 ano, tive uma melhora de 50% de como me sentia. E considerando como eu estava, isso é um ótimo avanço!

Infelizmente, meu financeiro me restringia apenas 1 ou 2 sessões por mês, até que tive que me afastar por motivos financeiros durante alguns meses, deixando questões mais importantes sem terem sido trabalhadas ou finalizadas. Gostaria de ter me dedicado bem mais aquela época a TCC, embora esteja satisfeita trabalhando hoje com a psicoterapia junguiana, eu voltaria sim a utilizar dos benefícios da TCC.

Caso esteja curioso, selecionei alguns links bem explicativos, com mais informações detalhadas sobre a TCC e com opiniões de profissionais da área:

ITC- Instituto de Terapia Cognitiva

O que é a Terapia Cognitiva?

A Terapia Cognitivo-Comportamental e como ela reinterpreta os elementos que geram emoção negativa.

Show your support

Clapping shows how much you appreciated Bel C.’s story.