Eu gosto dos simples clichês, nos dias difíceis são eles que preenchem a alma com amor.

Uma mensagem desejando um bom dia ou aquele telefonema inesperado do alguém, que quer te ver, por que sente saudades. Somando o “olho no olho”, transmitindo a imensidão dos universos.

E tem gente que é tão luz, né?! Que o sorriso e um abraço, aquece o coração.

Pensando, cheguei à conclusão que nasci pra sentir muito, sou essa enorme confusão que você está vendo. E você tem um universo de coisas boas no peito que me atrai. Até sem intensão, eu acabo falando sobre você. E cada linha desse texto, meu verso, clichê, você aparece.

Então, se eu transbordar amor, você se afoga em mim?

Like what you read? Give Marcela Viera a round of applause.

From a quick cheer to a standing ovation, clap to show how much you enjoyed this story.