Reni Pereira assume função gratificada na Coordenação da Receita do Estado do Paraná

O encrencado Reni Pereira (PSB), nas palavras do jornalista Fernando Tupan, é o mais novo apoio técnico da Assessoria de Assuntos Institucionais da Coordenação da Receita do Estado — CRE.

O ex-prefeito de Foz do Iguaçu e ex-deputado estadual foi ouvido hoje pela juíza Flávia Hora de Oliveira Mendonça, em audiência da Operação Pecúlio, da Polícia Federal, por supostos desvios de R$ 30 milhões dos cofres públicos.

Segundo o jornalista Fernando Tupan, Pereira é acusado de comandar um esquema de fraude em licitações para a contratação de empreiteiras para obras de asfalto e de prestação de serviço na Saúde. A ação tramita na 3ª Vara Federal de Foz do Iguaçu.

A Assessoria e Gerência de Assuntos Institucionais — AGAI, departamento onde Reni passa a exercer função gratificada, é responsável por assessorar o Diretor em assuntos institucionais e nos referentes à remuneração variável dos Auditores Fiscais da CRE.