Desistir não é uma opção.

Estamos sendo bombardeados por más notícias há um bom tempo e esse excesso de dados nos trouxe a um momento delicado.

Por tanto tempo acreditamos que haveria uma luz no final do túnel que esgotamos nossos recursos para nos mantermos firmes, porém ainda não conseguimos enxergar nada favorável pela frente e neste desânimo já imaginamos que o revés vai ser grande.

Mas como toda boa história tem um final feliz, vamos mudar um pouco a ótica sobre o problema e criar respostas para as nossas dúvidas.

A estagnação econômica realmente existe, o desemprego aumentou e as incertezas do mercado vão continuar por um tempo. Isso porém não justifica a sua parcela culpa sobre o sucesso de suas escolhas.

Não fomos pegos de surpresa não, percebia-se há um bom tempo que o recesso econômico ocorreria e que seria necessário investir antecipadamente num planejamento estratégico a médio e longo prazo. Pense bem, o mercado está teoricamente estagnado, sem crescimento, mas o dinheiro ainda continua circulando de mão em mão.

Quem planejou e criou soluções para lidar com esse momento já percebe a retomada do crescimento. Mas quem continuou remando na mesma batida e na mesma corrente tornou a gestão da sua empresa reacionária ao mercado e acabou colocando a competitividade do seu negócio em segundo plano.

Mas se você pensa como eu tenho certeza que para você, desistir não é uma opção!

A primeira coisa a fazer é desligar a chave geral e reiniciar a máquina. Quebre de vez esse modelo mental que te diz que nada vai dar certo e faça acontecer, construa uma empresa capaz de se adaptar num ambiente instável.

Pense em soluções simples, reduza as despesas, reveja seu mix de produtos, organize seus processos, reavalie sua política de preços, busque novos canais de venda, inove, potencialize tudo que você já tem em prol de tudo que você quer conquistar.

O problema não está nas escolhas e decisões certas ou erradas que você vai fazer, mas sim no momento em que deixamos de escolher e decidir.

Acredite que é possível voltar a crescer, relembre seu propósito, seu posicionamento e a cultura do seu negócio. As dificuldades existem para todos, mas só uns poucos conseguem transformá-las em oportunidades.

Marcelo Baumgarten

Artigo publicado originalmente na 37ª Edição da Revista Perfil de Itajaí