Representação

Eu falo o que não sei

Eu falo o que não entendo

Eu falo o que não penso

Eu falo o que não ouço

Eu falo o que não quero

Eu estou preso na sua rede

Eu tenho muito medo

Não sei o que seria de mim fora daqui

Eu estou navegando em um rio que corre para o mar

Porque assim eu não preciso fazer nenhuma força

Perdão, eu não sou capaz de lutar

Eu vou ficar aqui mesmo

Talvez um dia alguém me veja com bons olhos

Por ter feito o meu papel

Por ter ido pelo caminho mais fácil

E assim ficará provado que não vale a pena ficar preso a algo sem sentido!