Tatuagem

A campainha toca, abro a porta e lá está.
Aquele sorriso contido e o par de olhos redondos e brilhantes.
Você se joga nos meus braços e me laça na suas pernas. 
Sussurra baixinho no meu ouvido, talvez tenha pensado alto.

- Que saudade que eu tava de você.
- Seu cheiro não mudou nada.

Pego duas cervejas, você bola um baseado.
Ponho aquele som que você ama.
Conversamos por horas e rimos até chorar
Que saudade de ouvir vc gargalhar.

Você vira para me mostrar a tatuagem nova que fez, na nuca. 
Puxo seu cabelo pro lado,
sinto tua pele, te vejo arrepiar
Num impulso automático começo a te beijar.
A música parou ou nossos corações que estão 
tocando o novo samba enredo da Tijuca?
A cena muda, você está no meu colo, nossas cabeças coladas.
Dividimos o mesmo ar e o gosto na boca

- Quanto tempo faz da última vez que estive aqui? 5 anos?
- O suficiente para encontrarmos o caminho de casa.
- Sim, caso.

- Amei sua nova tatuagem.

One clap, two clap, three clap, forty?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.