A obra-prima O Grande Gatsby

Depois de assistir em 2013 ao filme O Grande Gatsby, dirigido por Baz Luhrmann, com Leonardo DiCaprio e Carey Mulligan, fiquei curioso para conhecer o livro que inspirou a história contada no cinema. Ainda mais que esta não foi primeira vez que a obra do escritor norte-americano F. Scott Fitzgerald foi adaptada para as telas: há mudo O Grande Gatsby (1929), depois Até o Céu tem Limites (1949) e O Grande Gatsby (1974).

Mas vamos ao livro. Li a bela edição da Geração Editorial, de capa dura e com 204 páginas. No início, há uma ótima introdução do jornalista e escritor Ruy Castro, que apresenta ao leitor a atmosfera da época e traça um pequeno perfil de Fitzgerald, inclusive comparando o autor e sua mulher, Zelda, com os protagonistas da história contada no livro, Jay Gatsby e Daisy.

Fitzgerald viveu até 1940 e é considerado um dos maiores escritores dos Estados Unidos.Em O Grande Gatsby, ele mostra bem o seu tempo, época de muita prosperidade e glamour, no período pós Primeira Guerra Mundial, conhecida como a Era do Jazz.

Gatsby tem sua história relatada por Nick Carraway, este não só narrador, mas personagem importante na trama. Ao longo das páginas, é exposta por Nick a trajetória de um homem que, depois de uma infância pobre, se tornou misteriosamente um milionário. Um sujeito obstinado, exemplo do sonho americano, daquele tipo descrito por Fernando Pessoa no poema Tabacaria: “O mundo é para quem nasce para conquistar”.

Há um momento da história no qual o pai de Gatsby mostra a Nick um caderno repleto de anotações do filho, que já descreviam um jovem cheio de energia e projetos. Algumas das pequenas resoluções escritas por ele eram “Ler um livro ou revista útil por semana para desenvolver a mente” e “Economizar 5 dólares (riscado) — 3 dólares por semana”.

Já milionário — e não por causa dos 3 dólares — e com o objetivo de ganhar fama entre a alta sociedade nova-iorquina, Gastby abre as portas de sua linda mansão, localizada nos arredores da cidade, para a realização de grandes festas. Mas apesar de estar rodeado por uma multidão, ele é um homem sozinho e obcecado por Daisy, seu antigo amor.

Com a ajuda de Nick, não por coincidência primo de Daisy, o protagonista coloca em prática seu plano para recuperar a mulher amada, hoje casada com o rico Tom Buchanan. No entanto, reconquistá-la parece difícil. A luta de Gatsby para alcançar seu objetivo é maior do que espera.

O Grande Gatsby é uma obra instigante, considerada merecidamente uma das mais belas da literatura norte-americana. É uma ficção, mas também um recorte histórico de um período interessantíssimo dos Estados Unidos e do mundo.

Título: O Grande Gatsby

Autor: F. Scott Fitzgerald

Páginas: 204

Ano: 2013 (edição Geração Editorial)

Leia um trecho:

One clap, two clap, three clap, forty?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.