Temos tantas opções, basta olhar.

Quando tivemos a ideia de começar o Saí dos 18(antigo blog)um dos motivos foi pensando em ter um lugar para explanar assuntos relacionados à vida. Assim sendo, é impossível escrever textos que não estejam ligados a nós autores, às nossas vidas.

Vou começar este texto falando, brevemente, sobre mim: Estou na faixa etária entre 20 e 30 anos, sou formado em um curso superior e continuo a estudar. Na medida do possível sinto que sou uma pessoa bem independente. Com o passar do tempo, a custo de meu próprio suor, fui conquistando muitas coisas que eu almejava. Sempre busquei manter a mente ocupada, pensando que simplesmente estar em uma sala de aula não era suficiente para me sentir completo. Assim, participei de grupos de teatro, projetos sociais, instituições voluntárias, além de ter e estar trabalhando na minha área de atuação. Tendo dito tudo isso, gostaria de pedir atenção para essa última frase marcada em negrito, esse é o assunto deste texto.

Constantemente ouvimos histórias sobre pessoas que se formaram em um curso e estão atuando em áreas completamente diferentes das escolhidas, pessoas que eram ótimas no que faziam, tiravam notas altas — ou não, e simplesmente foram para o outro lado. Isso pode ter vários motivos: ter escolhido a área que não era relacionada ao seu perfil, ter percebido que ficava mais feliz em outra área ou mesmo que outra área te daria uma melhor qualidade de vida, enfim… motivos não faltam.

Um dia estive conversando com alguns amigos sobre nossa criatividade, estamos constantemente sorrindo e fazendo outras pessoas sorrirem, estamos sempre inventando algo novo que nos entretenha, e percebendo isso então eu disse a eles:
_ “Pessoal, temos que usar toda essa nossa euforia e criatividade para fazer algo produtivo para o mundo, passar isso a frente”. Foi aí que tive a resposta:
_”Boa ideia, vamos pensar em um aplicativo para Smartphone que faça isso, isso e aquilo…”. Eles pensaram em fazer algo relacionado a nossa área de estudo. Vocês percebem sobre o que estou falando?

O mundo em nossa volta é imenso, e isso faz com que a quantidade de possibilidades também seja gigante. Todo dia milhares de empresas são registradas e outras milhares vão a falência, inúmeros projetos saem do papel, outros surgem na cabeça e é isso tudo que faz a graça de nossas vidas. Penso que pessoas deveriam ser mais mente aberta para outras possibilidades, ter uma visão mais ampla de mundo, retirar os tapa-olhos. Não estou dizendo que não deveríamos fazer o tal aplicativo, afinal também era uma possibilidade, mas a questão é que temos tantas opções, basta olhar, por que não enxergar fora da caixa?

Se no dia a dia você reparar que não está gostando do que está fazendo e não vê um futuro naquilo, parta para outra, tenho certeza que o custo benefício a médio e longo prazo vai ser positivo. Tenha certeza que não perdeu tempo de vida tendo passado por um caminho que não é seu foco. Nesse caminho você com certeza aprendeu muito, se conheceu melhor e teve experiências que poderão ser contadas e aprendida por outros.