Mudança de hábitos

Márcia Silveira
Jan 3, 2018 · 2 min read
Que 2018 seja um ano tranquilo e inspirador.

Nós temos uma grande necessidade de iniciar e terminar ciclos. Gostamos de períodos marcados. Por isso é que, ao invés de começar logo a fazer as coisas, a maioria de nós promete começar tudo na próxima segunda, no próximo mês, no próximo ano. Quando o dia primeiro de janeiro cai numa segunda-feira, então… É quase irresistível. No fundo, todo mundo sabe que do dia 31 para o dia 1º nenhuma grande mudança irá acontecer, mas nosso cérebro custa a acreditar. E começa a fazer planos.

Eu sou daquelas que fazem promessas de todo tipo: voltar a fazer exercícios, escrever aquele livro, gastar menos, cuidar mais da saúde, melhorar a alimentação e por aí vai. Parece que quando as portas de janeiro se abrirem surgirá uma nova Márcia, mais disciplinada, disposta e sensata. Afinal, tenho um ano inteiro novinho em folha para fazer minha vida melhor, não é possível que dê errado. Até que dá.

Porque prometer é simples, o problema começa a aparecer é no dia a dia. Não acho nada fácil acordar meia ou uma hora mais cedo para ir à academia. Ou resistir a uma liquidação de livros. Ou manter a disciplina de escrever todos os dias. Ou escolher um prato saudável na hora do almoço, quando tenho também como opção um prato qualquer pouco saudável, mas rápido de preparar (melhor ainda: que já esteja pronto), já que não gosto de cozinhar.

Mas quem disse que seria fácil? Uma vez li num livro (acho que era O Poder do Hábito) que devemos mudar um hábito de cada vez, porque não conseguimos nos adaptar a muitas mudanças ao mesmo tempo. A tendência, quando a mudança é muito brusca, é sempre desistir no meio do caminho. Já li também que para incorporar um novo hábito à nossa rotina, devemos executá-lo por, no mínimo, 21 dias seguidos. Assim o corpo e o cérebro se acostumam e passamos a fazê-lo sem pensar muito.

Então, sabendo que não dá para mudar tudo de uma vez, o jeito é tentar usar com sabedoria esse ano inteirinho que tenho pela frente. Incorporando um novo hábito a cada mês, talvez? Pode ser. Tenho 12 meses e 52 segundas-feiras para me ajudar (dia 31 de dezembro também é segunda-feira, mas não conta, né?). Se conseguir cumprir pelo menos algumas das tantas resoluções de ano novo, já vai ter valido a pena. E as outras promessas? Bem… Em dezembro eu faço novamente aquela listinha marota e… 2019 que me aguarde!

M;

***

{Feliz Ano Novo para todos! Utilizem cada dia com sabedoria. :)}

More From Medium

Welcome to a place where words matter. On Medium, smart voices and original ideas take center stage - with no ads in sight. Watch
Follow all the topics you care about, and we’ll deliver the best stories for you to your homepage and inbox. Explore
Get unlimited access to the best stories on Medium — and support writers while you’re at it. Just $5/month. Upgrade