Vamos fugir para esse lugar, baby…

Foto: Marcílio Gabriel

Eu te proponho…

Desembarcar ao meio-dia no Charles de Gaulle.

Caminhar às margens do Sena.

Decorar todos os Arrondissements.

Nos sentirmos imbatíveis na Champs-Élysées.

Atravessar a rotatória do Arco em meio aos carros.

Andar de Montmartre até St. Denis.

Nos encadear na Pont des Arts.

Visitar o Louvre.

Ver, ouvir e recitar poesias em Belleville.

Nos perder na história de Lutécia.

Subir as ladeiras de Mellimontant.

Jogar conversa fora na fila do D’Orsay.

Te dar a visão dos Gárgulas de Notre Dame.

O ciúmes de Moulin Rouge.

O opus magnum do Jardim de Rodin.

Sermos Rainha e Rei no Château de Versailles.

Escrever nosso momento no Le Mur des Je T’aime.

Admirar a modernidade de La Defense.

Torcer no Parc des Princes

Vibrar em Roland Garros.

Sentar nas escadarias da Sacré Coeur.

Fumar na Pont Neuf.

Beber em Pigalle.

Procurar discos do Cole Poter em um sebo.

Ler Hemingway em um sótão.

Descobrir os mistérios de San Bernard De La Chapelle.

Conhecer o verde do Jardin des Serres d’Auteuil.

Correr pela Place de la Concorde.

Dormir e acordar em Ivry- Sur-Seine.

Ver o Sol se por às 21h30.

Deitar na Champs de Mars e esperar as luzes da Torre se acenderem.

Vamos fugir para esse lugar, baby…

Like what you read? Give Marcílio Gabriel a round of applause.

From a quick cheer to a standing ovation, clap to show how much you enjoyed this story.