This story is unavailable.

“Afinal, você não tem cérebro e continua tendo o direito de falar groselha na internet não?”

Essa é a frase que melhor resume todo o discurso antiaborto do imbecil desinformado que escreveu esse artigo. Parece que você tem razão, no fim das contas… não é preciso ter cérebro para escrever o que você escreveu…

(O autor desse artigo não tem cérebro, portanto provavelmente não vai ler este comentário. Mas que fique registrada a resposta)

One clap, two clap, three clap, forty?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.