Dois.Mil.E.Quinze

Aprendi com um amigo que enxergava os anos de sua vida como temporadas de uma série. Chamava algumas pessoas menos importantes de coadjuvantes, quando conquistava alguma nova amizade ou se perdia alguma dizia que era renovação de elenco. Desde então adotei essa definição para falar de como foi o meu ano.

Dos momentos e episódios mais marcantes, curiosamente perdi três amizades. Uma delas eu sinto falta. As outras duas foram um favor que me fizeram. O curioso e marcante foi que o pivô de um desses rompimentos foi por causa de spoilers, acreditem. Em compensação, descobri amigos que mesmo estando longe fisicamente, estão perto no coração.

Mas nem só de renovação de elenco se sustentou essa temporada. Tive aventuras incríveis, resumidas em duas siglas: FIQ e CCXP. Eventos importantes que repercutirão nas temporadas seguintes…

Descobri o InkTober, esse evento maravilhoso em que nos prontificamos a desenhar todos os dias de outubro. Pelo simples prazer de desenhar. E me senti ótimo, desenhando, treinando e me aprimorando. Me inspirando para lançar alguma coisa na próxima temporada.

Mas cá estou eu. Último dia do ano. Season Finale da temporada desse ano. Foi uma boa temporada, no final das contas. E com certeza a próxima será melhor ainda. Até porque nessa próxima temporada eu abandono a casa dos “inta” para entrar na dos “enta”.

E pensar que esse meu amigo se inspirou em Barrados no Baile para enxergar a vida dessa dessa maneira.