Mais ♥ na comunicação com emojis

Hoje sempre que queremos demonstrar alguma emoção via mensagem utilizamos os emojis. Este fenômeno linguístico tornou-se fundamental na comunicação e tem mudado a forma como conversamos.

A velocidade com que os emojis tomaram conta da comunicação é incrível. Hoje podemos ver campanhas publicitárias, vídeos e até mesmo releases utilizando essa linguagem. Estes acontecimentos levantam alguns questionamentos: qual é o limite do uso e por que eles são tão populares?
 
A resposta pode ser simples e complexa ao mesmo tempo. O uso dessa linguagem não é uma novidade, pois desde que o homem começou a se comunicar ele utilizava ícones. As pinturas rupestres eram ilustrações de situações do cotidiano, memórias, sentimentos e qualquer outra informação que precisasse ser gravada ou transmitida. Portanto a conversa utilizando ícones e imagens é tão eficiente por ser universal.
 
A comunicação via emojis veio pra ficar e quem nos mostra isso claramente é o Google. Uma pesquisa realizada pelo gigante da internet mostrou que a palavra mais utilizada em conversas na web, em 2014, foi ♥ .
 
Então se a palavra do ano não é exatamente uma palavra e sim um sentimento, é necessário que as marcas estejam atentas a essa tendência para propor uma conversa mais sensível com seu público. Porém, é importante prestar muita atenção no contexto em que os emojis são inseridos, para garantir a fluidez da mensagem.
 
Claro que, como tudo na vida, o uso de emojis precisa ser feito com bom senso. Nada de usá-los de forma exagerada. É necessário buscar um conceito para que as carinhas possam ter eficiência na transmissão da mensagem. Desta maneira, o público ficará consciente do sentimento que você quer passar, chegando a ultrapassar a barreira idiomática, visto que é possível alcançar pessoas que não falam a mesma língua.
 
Os emojis não substituem a escrita tradicional, apenas ampliam as formas de comunicação em texto e refletem mais a maneira como falamos do que como escrevemos

One clap, two clap, three clap, forty?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.