Não é racismo, é brincadeira

Se você é branco, classe média ou alta e, principalmente, homem heterossexual provavelmente vai achar que tudo isso que vou escrever aqui um grande mimimim. Eu poderia pedir pra você não ler, não comentar e continuar sua vida, mas a questão é que o problema continuaria a existir.

Eu citei um perfil, mas isso não é exclusividade não. Aliás, peço desculpas aos que se encaixam nessas características e não são racistas. Ah! Também tinha esquecido de mencionar o problema, então preciso falar pra deixar bem claro: O PROBLEMA É O RACISMO!

Agora voltando a falar do perfil, recentemente vimos um caso que tem dividido muito a opinião das pessoas: o caso de injúria racial que o ginasta Ângelo Assunção sofreu do seu “amigo”, também ginasta, Arthur (Nory) Mariano.

Num vídeo publicado nas redes sociais Arthur compara a cor de Ângelo com um saco de lixo preto. Depois de toda a repercussão negativa, eles gravaram um novo vídeo pedindo desculpas e dizendo que foi brincadeira.

B R I N C A D E I R A ? ? ? Queria saber quando um crime simplesmente vira uma brincadeira? Porque pelo que eu sei desde o artigo 20 da lei 7716/89 tornou o racismo um crime. Então cadê a pena de Arthur?

A história não parou por aí… Ângelo foi silenciado e não pode falar nada sobre o caso, sem a interferência da assessoria da CBG, ele também é um dos melhores ginastas brasileiros e não foi convocado para os Jogos Olímpicos (há boatos que dizem que ele foi cortado) e pra piorar ainda mais Cristiano Albino, técnico de Arthur Nory, declarou que aquilo foi uma brincadeira e nada de crime.

Ele ainda disse que deveria processar todo mundo que o chamou de narigudo quando era criança. PORRA!!!! QUANDO OS BRANCOS VÃO TER UM POUCO DE EMPATIA E VER TODOS OS PROBLEMAS SOCIAIS QUE AINDA EXISTEM NO BRASIL POR CAUSA DA ESCRAVIDÃO? (desculpa o caps look, mas isso me irrita muito).

Alguém me corrija se eu estiver errado, mas em algum longo período da história houve alguma lei / decreto /costume social que dizia que os brancos não eram pessoas e sim coisas que poderiam ser comercializadas e escravizadas? Não, né?! Mas isso aconteceu com os negros!

“Ah! Que mimimi! A escravidão acabou faz tempo, é hora dos negros pararem de reclamar e trabalhar” ouvir isso dói na alma. Sério, por favor, pare de falar isso! Porque se você estudar um pouquinho de história vai perceber que nada foi feito para, ao menos, diminuir os prejuízos da escravidão e os negros ainda continuam marginalizados.

Vemos negros como Ângelo mesmo com toda dificuldade achando e ocupando o seu espaço. Mas ainda precisamos, todos os dias, vencer o Arthur Nory que insiste em nos afrontar e ainda vai continuar impune.

Eu vi uma publicação no Facebook que dizia algo mais ou menos assim: “Você pode dizer que hoje tudo é racismo. E vou dizer que sim, porque quando nossos ancestrais estavam apanhando no tronco e sendo tratados como objetos não era. Mas agora é!” E acrescento racistas não passarão!

Show your support

Clapping shows how much you appreciated Marcos Vinicius Oliveira’s story.