Não quero ser mulher!

— Mãe, a senhora casou por quê?
 — Porque tava na hora.
 — Hora? Que hora? Às oito?
 — Hora de ser mulher.
 — Mas você num era mulher? Era o quê então?
 — Era mulher também, só não era…
 — Não era o quê?
 — Ai, menina, num me confunde. Casei e ponto.
 — Eu não quero casar não.
 — Tu diz isso porque não chegou a hora.
 — Que hora?
 — De ser mulher.
 — Que horas isso é? Daqui a pouco?
 — Não, garota, cê não entende nada.
 — Entendo não, nem quero.
 — Vai querer um dia. Ô se vai…
 — Deus me livre! Ser mulher parece muito ruim, tem hora pra tudo.
 — Tua hora vai chegar.
 — Parece que tu tá me rogando até praga.
 — Nada. Vai chegar sua hora, espera só…
— Mas ainda bem que não chegou, espero que demore, quero chegar atrasada.
 — Ô diacho de menina boba!


Vez ou outra eu me aventuro nuns contos, nuns diálogos, numas coisinhas além. Talvez apareçam mais dessas por aqui, num sei ❤