A cultura muçulmana nos Jogos e o “burkini”
Caio Amaral
41

Que os atos venham para revolucionar, não para fomentar a intolerância! Ótimo seu texto, importantíssimo, parabéns!